Pesquisar no site

Loading...

Ciência na Bíblia


É comum simpatizantes da Bíblia alegarem que esta foi divinamente inspirada por prever teorias científicas com milênios de antecedência. Seria isso veraz? Vejamos o que os autores bíblicos pensavam acerca de alguns assuntos hoje bem compreendidos através do método científico.

A Forma Redonda da Terra e a Estrutura do Céu

A Terra na concepção bíblica:
Plana e circular.
Segundo alguns apologistas cristãos, um texto do livro de Isaías mostra que a Bíblia já dizia que a Terra era redonda milênios antes de Galileu, Magalhães e Colombo. Entretanto uma leitura atenta revela que Isaías descreve apenas o pensamento predominante até o fim da Idade Média, que a Terra era circular, não redonda: “E ele o que está assentado sobre o círculo da terra...” (Isaías 40.22). As formas geométricas círculo e esfera são facilmente confundidas no meio popular. Círculos são planos, não redondos. Não era de se admirar que os navegadores antigos e medievais tivessem medo de cair em precipícios na borda da Terra (ver figura).

Outros textos interpretados equivocadamente sobre a forma da Terra são encontrados nos livros de Jó e Amós. A confusão é acerca da palavra "abóbada" que nada mais é do que uma construção arquitetônica muito comum nos tempos bíblicos que consistia de uma cobertura feita de tijolos com forma arredondada. O problema é que estes autores se referem ao céu, não à Terra: “ele passeia em volta da abóbada do céu” (Jó 22.14), “Ele é o que edifica as suas câmaras no céu, e funda sobre a terra a sua abóbada” (Amós 9.6). Quanto ao texto de Jó não há dúvida alguma, mas alguns religiosos tentam forçar o texto de Amós dizendo que a expressão “sua abóbada” refere-se à Terra, porém não é difícil perceber que ele estava dizendo que a abóbada celeste tinha fundações, ou seja, alicerces sobre a Terra como uma construção humana, da mesma forma que o autor de Jó acreditava: “As colunas do céu tremem...” (Jó 26.11).

Curiosidade: Há registros de que era comum o desabamento de prédios construídos no império romano devido à fragilidade do concreto da época. Talvez esse problema não fosse somente dos romanos. Construir uma abóbada era um risco e algumas teriam caído sobre a cabeça de muita gente nos tempos bíblicos, porque naquela época ainda não se utilizava aço para reforçar o concreto. Os antigos denominavam o céu de "firmamento", ou seja, imaginavam uma abóbada firme construída por Deus que não cairia sobre os habitantes da Terra: “Acaso podes, como ele, estender o firmamento, que é sólido como um espelho fundido?” (Jó 37.18). Graças à Ciência, hoje sabemos que a Terra é esférica e o céu não é sólido, mas um espaço extenso contendo matéria e energia.

A Gravitação Terrestre

Segundo o livro de Jó, a Terra está suspensa no nada (Jó 26.7), entretanto esta é uma visão mimeticamente correta embasada num raciocínio errado de seu tempo, onde a Terra era similar a um disco cujo norte estava suspenso sobre o nada e o restante flutuava sobre o mar (Jó 26.7a, Salmo 24.1-2 e Salmo 136.6). Um palpite que pouco ou nada tem a ver com o que a Ciência nos revela hoje: um globo gravitando ao redor do Sol como uma parte minúscula de um Universo vasto de constelações e galáxias muito maiores. E o que dizer do autor de I Samuel que acreditava numa Terra sustentada por colunas (I Samuel 2.8)? Contradições assim são comuns na Bíblia e sempre que uma das alternativas assemelha-se a algum fato real, os erros decorrentes das opiniões restantes são ignorados.

A Proporção Entre o Perímetro e o Diâmetro de um Círculo (Pi)

Segundo o autor de I Reis, esmerados artífices haviam construído uma estrutura no tabernáculo erigido a Deus cuja forma era de um círculo "perfeito" com 30 côvados de circunferência e 10 côvados de diâmetro (conferir I Reis 7.23), o que fornece uma constante proporcional adimensional de valor "3", hoje conhecida como "Pi", que é a razão do perímetro pelo diâmetro do círculo. Embora o autor em questão não se refira diretamente a essa proporção, nota-se o quanto era orgulhoso da capacidade intelectual e destreza de seu povo de forma que fez questão de registrar dimensões geométricas interdependentes do círculo como prova dessa sabedoria. Porém, levando-se em consideração as aplicações científicas, as quais necessitam de, pelo menos, 100 vezes mais precisão, este círculo bíblico não pode ser considerado perfeito, pois, se seu perímetro era de 30 côvados, seria necessário que seu diâmetro fosse de 9,55 côvados, ou se seu diâmetro fosse 10, seu perímetro deveria ser de 31,40 côvados. A proporção descrita pelo autor bíblico é um erro percentualmente alto, mesmo para a arquitetura de povos da época como o grego e o romano. Com 1000 anos de antecipação ao texto bíblico em questão, os egípcios, sem inspiração divina, já haviam registrado no Papiro de Rhind essa proporção aproximada, Pi = 3. Provavelmente o autor de I Reis tenha ficado impressionado com este conhecimento adquirido pelo seu povo durante o cativeiro no Egito e o tenha inserido em seu livro, que hoje compõe a Bíblia.

Curiosidade: Já em 250 a.C., o filósofo grego Arquimedes havia chegado a uma precisão de 3 casas decimais para o Pi (3,141). Em 1596 o matemático alemão Ludolph van Ceulen chegou à precisão de 35 casas decimais. Recentemente, em 2011, Shigeru Kondo e Alexander Yee chegaram à precisão de 10.000.000.000.000 x 1018 casas decimais.

A Classificação do Morcego

Morcego - Ave ou mamífero?
O autor de Levítico classificava o morcego como ave: “Dentre as aves, a estas abominareis (...) a cegonha, a garça segundo a sua espécie, a poupa e o morcego” (Levítico 11.13-19). De fato os morcegos são mamíferos adaptados ao voo, estudos morfológicos e do DNA revelam isso. Mesmo uma análise leiga de características como orelhas, pelos, dedos nas asas, dentes, órgão genital masculino externo, focinho, mamas, entre muitas outras inexistentes em aves, seriam suficientes para julgar o morcego como um mamífero. Mas deve-se dar um desconto, pois nos tempos bíblicos praticamente tudo o que voava era considerado ave e o autor bíblico apenas registrava o limitado conhecimento de seu tempo.

O Número de Pés dos Insetos

Insetos possuem 6 pernas
Segundo a Bíblia há insetos de quatro pés: “Todos os insetos alados que andam sobre quatro pés, serão para vós uma abominação” (Levítico 11.20). Se no passado bíblico havia algum animal parecido com inseto e tinha apenas 4 pés, não era inseto, pois os insetos possuem 6 pés. Da mesma forma animais de 8 pés como aranhas, carrapatos e escorpiões, são aracnídeos, não insetos. Estas classificações não são caprichos da Ciência, mas uma necessidade. No combate à pragas, por exemplo, estes animais não respondem da mesma forma aos diversos produtos químicos de extermínio porque tiveram linhas de evolução diferentes.

A Ordem de Criação das Plantas e do Sol

Segundo a Bíblia as plantas foram criadas antes do Sol (Gênesis 1.11-14). Porém as investigações científicas revelam que o Sol e a Terra foram formados simultaneamente há 4.6 bilhões de anos e somente 4 bilhões de anos depois surgiram os primeiros vegetais. Outro fato que torna sem sentido a ordem bíblica é que a fotossíntese, essencial para as plantas, não é ativada pela luz das estrelas ou lunar (que na verdade é a luz solar refletida), mas somente pela luz do Sol ou artificial com potência suficiente.

A Origem do Arco-íris

O arco-íris é um fenômeno mais recente que a civilização conforme Gênesis 09.13-16. Este fenômeno é consequência da difração da luz solar quando atravessa gotículas de água suspensas na atmosfera. Segundo as leis da física e constituição da atmosfera terrestre atual, o arco-íris precede o homem em milhões de anos. Estudos sobre o gelo da Groenlândia, do pólo norte e Antártica, provam que nossa atmosfera é a mesma há pelo menos 800 mil anos, já o gênero Homo Sapiens surgiu há 120 mil anos e as mais antigas civilizações há apenas 5 mil anos.

Os Terremotos

Segundo Salmos 104.5 e I Crônicas 16.30 a Terra foi estabelecida por Deus de tal forma que nunca sofreria terremoto: “Lançaste os fundamentos da Terra, para que ela não fosse abalada em tempo algum” (Salmo 104.5). Provavelmente estes autores bíblicos viviam distantes de regiões com sismos. Porém muitos séculos depois os autores do Novo Testamento já admitiam a possibilidade de terremotos porque tinham conhecimento deste fenômeno em outras áreas do planeta como, por exemplo, na Itália, a qual se localiza próximo à falhas tectônicas.

O Órgão do Pensamento

Coração - Órgão que formula a
imaginação e os pensamentos
segundo a Bíblia
Segundo a Bíblia o coração é o órgão responsável pelos pensamentos: “Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente” (Gênesis 6.5). Outros textos encontrados em Salmos, Deuteronômio, Mateus e Hebreus confirmam a mesma crença. Até Jesus, que segundo o cristianismo era Deus, acreditava que o coração era responsável pelos pensamentos: “Porque do coração procedem os maus pensamentos, homicídios, adultérios...” (Mateus 15.19). Pessoas com coração transplantado são apenas uma das provas de que o cérebro, não o coração, é o responsável pelos pensamentos assim como pelos sentimentos.

Reflexão

Na Grécia antiga muitos filósofos fizeram previsões aparentemente inconcebíveis para sua época. Platão (427-347 a.C.) suspeitava que os animais evoluíam muito antes de Charles Darwin formular a teoria da evolução. Demócrito (400 a.C.) imaginava que a matéria era composta de átomos milênios antes dos eficientes modelos atômicos de Rutherford e Niels Bohr do início do século XX. Aristarco (310-230 a.C.) formulou uma teoria heliocêntrica 1600 anos antes de Copérnico propor o mesmo e ser cassado pelo cristianismo. Mais recentemente, antes do advento das transmissões de Rádio, TV, Celular e Internet, James Maxwell previu as ondas eletromagnéticas. Em 1927 Georges Lemaitre previu matematicamente a frequência de background (uma das provas da explosão do átomo primordial que deu origem ao Universo), a qual só foi detectada em 1965 pelo primeiro radiotelescópio. Einstein previu os buracos negros e a distorção do tempo-espaço; Paul Dirac previu a antimatéria e Peter Higgs, a partícula que dá massa às demais. Estes são apenas alguns exemplos de previsões com alto grau de precisão fora do âmbito religioso. Aliás, previsões reais são naturais e necessárias à Ciência produzida principalmente por céticos. Mesmo sendo precisos nenhum desses homens arrogaram ter sido inspirados por quaisquer deuses, como os escritores bíblicos fazem com suas previsões tímidas e, em sua maioria, incorretas. Se algumas aproximações sobre o funcionamento da Natureza são consideradas indícios da inspiração divina da Bíblia, os muitos erros crassos contidos nela provam que é uma obra literária puramente humana. Porém, nada mais natural do que uma Bíblia contendo erros e contradições tendo sido compilada por mais de quarenta autores primitivos e ignorantes separados por continentes e séculos de distância.

No mundo antigo e medieval tudo o que os autores bíblicos ensinavam sobre a vida humana e o mundo que nos cerca estava literalmente correto. Com o avanço da Ciência moderna  a qual, por mérito, substituiu o artesanato e a Religião como autoridades máximas do ensino  os teólogos e líderes cristãos mudaram seus discursos afirmando que os textos bíblicos que discordam da Ciência são metáforas e os que concordam permanecem literais. Se é este o caminho de defesa escolhido pela Igreja, seu fim será trágico, pois falta pouco para que toda a Bíblia se torne uma metáfora e a religião cristã entre para o hall da mitologia universal, tomando o seu verdadeiro lugar ao lado das mitologias grega, suméria e egípcia nos livros do ensino público regular. Sábio aquele que tem humildade para reconhecer que a Bíblia não é um livro de cunho científico a fim de defender sua fé.

Ver também Algumas Questões Para os Cristãos e Contradições Bíblicas.

45 comments:

  1. Replies
    1. Bem, um cientista japones muito respeitado disse uma verdade que preocupou seus colegas, falou que sim existe um deus que criou todas as leis da fisica. Opinião minha jesus falava a pessoas com o intelecto baixo, ou seja ele na maioria das situaçöes baixava seu nivel intelectual divino para que compreendessem suas palavras, e quando aumentava seu nivel todos se admiravam com o casa da frase "aquele que não tem pecados atire a primeira pedra", abrços

      Delete
  2. Parabéns, meu nobre!
    Sempre manda muito bem.
    Sei que não é bom ver isso, seria mais gostoso se viesse um religioso fanático tentar dizer o contrário, mas fica meus parabéns para ti.

    PS - Estou com um projeto já funcionando, o Atheist College, no endereço: http://atheistcollege.ning.com/
    Trata-se de uma rede social focada no ateísmo.
    Caso queira parceria com esse projeto tbm, favor confirmar comigo. E convido-te a fazer um perfil lá no Atheist College

    Desde já agradeço
    Fabenrik
    ateu e atoa

    ReplyDelete
  3. Oi, querido tudo bem? Seguinte: Deus respeita épocas e tempos, assim como respeita a ignorância das pessoas... ignorância no sentido do "não-saber" mesmo... potanto, creio eu, que a Bíblia chama morcego de ave e não de mamífero pois se chamesse de mamífero naquela época seria demais para as pobres cabecinhas dos mortais... é só contextualizar a Bíblia, afinal, ela parou de ser escrita. Precisa ser CONTEXTUALIZADA. bjkas!!!

    ReplyDelete
  4. A bíblia sempre distorceu a realidade, mas para quem é cego e fanático nunca vai enxergar isso. Sempre foi uma idéia estática, parada, sem evolução nem mudança alguma. Na idéia bíblica não se erra e quem discordar "Vai pro inferno".

    ReplyDelete
  5. @ThiSCarvalho10:07 AM

    Os crentes tem a biblia por sua verdade absoluta e tornam-se segos, por seu fanatismo. A biblia deve ser o livro mais manipulado ( no sentido de adulterado) de todos os tempos. um livro de escravidão mental das pessoas das pessoas através do medo de ir para o inferno. Principalmente d crentes cegos e hipocritas que aprontam a vida inteira depois querem vir dar uma de santinhos e culpar os ateus por suas babaquices... a biblia é um livro de escravidão mental e psicologica.

    ReplyDelete
  6. Para interpretar a gibiblia é necessário ter o dom, o dom de tentar adaptar a realidade às suas expectativas, geralmente envolta em névoas e mistérios ditos "divinos". Não me admira que os juDEUS tenham concebido o monstro invisivel judeu há milhares de anos, impressiona-me mais o esforço patético de mentes contemporâneas de manter tal mentira de pé, um esforço voltado para a interpretação equivocada da realidade, onde advogados do deus invisivel estão mais preocupados em defender seu cliente do que firmar compromisso com a realidade. CARLOS QUEVEDO

    ReplyDelete
  7. Me digam se o morcego não mamar-se o que eles seriam?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Caçador de asnos4:22 PM

      mamar-se???? depois os crentes reclamam quando os chamamos de burros... caral Rub! Tu és burro assim mesmo ou tá de sacanagem?.... hauhauahauahauahauahau

      Delete
  8. O seu caral também não está correto. Você criticou mais não respondeu a pergunta ou você não sabe?

    ReplyDelete
  9. Eu poderia responder a muitas questões aqui apresentadas,mas vou só deixar o versiculo ao qual se trata 1 Samuel 2.8,e me digam se interpretam ele como foi apresentado no texto acima.

    "O Senhor empobrece e inrequece,abixa e exalta.
    Levanta o pobre do pó e,desde o monturo,exalta o necessitado,para o fazer herdar o trono da glória;por que do Senhor são as colunas da terra,e assentou sobre elas o mundo."

    Acho que não precisa nem dizer que a terra,a qual o versículo se refere não é a Terra,o planeta em que vivemos.
    -Ele diz que erguerá o homem do pó e o sentará no trono da glória,por que é do Senhor as sustentações da terra,a qual ergueu o mundo.
    Ele versículo resume bem o que Deus fez com Davi,fazendo de um pastor de ovelhas um Rei.

    Pra mim ta mais que claro que as incoerências vem mais daqueles que lêem a Biblia ,do que dela mesmo.

    ReplyDelete
  10. "Sábio é aquele que tem a humildade de reconhecer que a Bíblia não é um livro de cunho científico afim de defender a sua fé." Sábias palavras! Faço coro!

    ReplyDelete
  11. Orlando-BA7:36 AM

    Faz um tempo que não visito seu blog e devo admitir que houve grande avanço assim como na ciência. Raciocínios perfeitos e irrefutáveis! Meus parabens Alexander!

    ReplyDelete
  12. As minhas humildes considerações a respeito dos tópicos 2 e 8:

    Se é que a estrutura existiu, quem com intenção de fazer um círculo perfeito não notaria tal deformação. É provável que o autor tenha dado medidas aproximadas e inteiras, por estimativa, por se poupar da precisão ao medir ou por tomar de outrem informação já errada.

    Quando sentimos certas angústias, por exemplo, por perder uma namorada, a sensação ruim, o aperto, parece realmente vir do coração. Não é de se admirar colocações dessa forma na Bíblia. Ou Cristo realmente acreditava que os pensamentos vinham do coração ou se expressou figurativamente, uma vez que o coração aí poderia representar os nossos desejos. Até hoje soa natural a frase “A boca fala do que o coração está cheio”.

    ReplyDelete
  13. Amigo vc sabe quado o termo esférico na geometria surgiu? aliás a geometria em si, não foi no século IV AC? ... e subsequentemente a geometria esférica nao euclideana foi aperfeiçoada nos séculos seguintes,não seria razoavel , sendo que na bíblia a linguagem é poética e a intenção da mesma não épassar esse conhecimento que ele passou muito perto de descrever a terra como nós a conhecemos?

    ReplyDelete
  14. Deus criou a luz primeiro. Não importa se era o sol, mas a fonte de energia para as plantas já existia.

    ReplyDelete
  15. Deus criou a luz primeiro. Não importa se era o sol, mas a fonte de energia para as plantas já existia.

    ReplyDelete
  16. Anonymous4:30 PM

    vou nem perder meu tempo

    ReplyDelete
  17. Todos nos temos o direito de crermos no que quisermos,ou ate mesmo nao crermos em nada,fundamentados ou nao.Na minha ignorancia,creio que exista um criador.sustento essa ideia,partindo de um simples principio:Tudo que existe foi criado por alguem;logo,para que algo possa existir,e necessario que haja quem o crie.Nao acredito que a criaçao seja obra do acaso;chego a essa conclusao,devido a complexidade e perfeiçao que envolvem o nosso planeta e toda sua composiçao.no "acaso"nao ha perfeiçao,ou ha?Simples assim.

    ReplyDelete
  18. Diante destas afirmações sobre a Bíblia e a Ciência, eu como leigo, gostaria de receber ou que fosse postado neste mesmo site, todos registros dos experimentos científicos que foram realizados, com comprovação científica, a respeito de tudo que consta neste texto. Particularmente entendo que a ciência necessita de fé para ser comprovada, porque todos cientistas se lançam onde ninguém conhece e buscam a vida toda provar ou tentar provar aquilo que ainda não conhecemos. Outra nota que destaco é que o texto é um pouco tendencioso por tentar interpretar de forma literal alguns textos desconsiderando o sentido mais profundo que o autor se expressa. Mas é sempre bom ler postagens interessantes e intrigantes como esta. Parabéns!

    ReplyDelete
  19. Na biblia nao esta escrito "ele éo q se assenta sobre o CIRCILO da terra" e sim "ele éo q se assenta sobre o GLOBO da terra" acho q a bibli de vcs ta bem errada.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Atílio8:19 PM

      A palavra hebraica usada nesta passagem é CHUWG e realmente significa CÍRCULO.

      Delete
  20. Não há como convencer a um cético porque seu problema está nos olhos de sua alma. É essencialmente a maneira como olhamos para Deus que nos faz vê-lo ou ignorá-lo. Peça a Deus que lave os olhos de suas almas com seu colírio e poderás vê-lo através de todas as suas obras e, principalmente, através de sua palavra que é vida.

    Pense comigo. O apóstolo Paulo pregou aos maiores pensadores de sua época - os Gregos- acerca de suas superstições. O panteão Grego era numeroso, embora fossem eles os mais habilidosos nas Artes, Música, Filosofia e nos conceitos relacionados à Democracia.

    Ora, Paulo disse aos atenienses que Deus havia ressuscitado a Cristo dentre os mortos, constituindo-o juiz dos vivos e dos mortos.(O túmulo vazio é a prova da ressurreição de Cristo). Não há ossos a serem estudados pela paleontologia nem foram deixados quaisquer resquícios para a arqueologia, mas Cristo apareceu a seus discípulos por espaço de 40 dias, os quais, pela fé nele, a maioria morreu de forma cruel. Ora, ou eram loucos, ou tinham certeza de quem Cristo realmente era, e de que havia ressuscitado, como havia prometido. Foi Cristo quem disse: "Derrubai este templo, e em três dias eu o reedificarei." ) .Paulo disse aos atenienses que Deus não era servido por mãos dos homens, como se necessitando de alguma coisa, pois era Ele quem a todos dava a respiração, a vida e todo as coisas.

    Além disso, Paulo disse-lhes que Deus havia traçado limites para o mar e para a habitação do homem. Bem, se entendi bem o que Paulo estava declarando há dois mil anos atrás, caso o homem tente deixar a terra e habitar em Marte, na Lua ou em qualquer outro lugar, Deus os derrubará de lá. Você consegue entender a abrangência das declarações de Paulo e quais às suas implicações para a ciência hoje?

    Talvez você pense que Deus seja criação da filosofia ou ignorância humanas, mas o fato é que nossa ignorância acerca dele é que é a base da filosofia do e ateísmo. Bom, se não o vejo, logo, Ele não existe! Paulo disse que Deus nos deu a vida..., isto é, Ele nos criou! Não pense que isto é ideia de crente. Isaque Nilton, Einstein e, o próprio De Grasse creem que Deus seja o autor de tudo, embora não necessariamente como um cristão crê através da bíblia. Mas quem são Einstein, Izaque Nilton ou De grasse, senão meros seres aos quais Deus privilegiou com um pouco mais de inteligência que os demais? Hei, eles ainda são meros mortais. Só Cristo ressuscitou ao terceiro dia. Logo, só ele é imortal e tem controle sobre a vida e a morte. Poderia passar o dia escrevendo, mas o que isto adiantaria? Abra seus olhos interiores para que vejas que Deus sempre estará lá em seu trono e, o que quer que façamos, nada poderá mudar isto!!

    ReplyDelete
  21. Eu como cético digo que há sim como me convencer,me mostre evidências factuais,lembre-se,fé não constitui fato.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sr.Paulo Teca ainda é tempo de aceitar Jesus como salvador de sua alma.Amém

      Delete
    2. Bom dia Rosivaldo,proselitismo não né,evidências factuais por favor.Nessa sua linha tenho tempo até meu ultimo suspiro,da mesma forma que assassinos,ladrões,estupradores,basta se arrepender né.
      Porém já não tenho mais jeito já neguei o espirito santo.

      Delete
    3. Paulo Teca, achei interessante o que você postou, e quero ter a honra de lhe da essa replica. Com todo respeito como um apologista defensor da fé cristã e Crente no Senhor Jesus como Único Suficiente e Exclusivo Salvador Eterno, quero trazer uma Declaração mais abrangente ao assunto. Espero que leia todo o conteúdo dessas palavras pois trara uma visão mais adequado a sua questão.
      Se perguntássemos à maioria das pessoas a razão por que crêem, muitas delas teriam dificuldade de oferecer uma base sólida para sua opinião. De modo geral, as convicções pessoais referem-se à lealdade a uma herança ou a uma tradição específica. E surpreendente notar o quanto a fé fundamenta-se na submissão a uma instituição, a um partido político, a uma igreja, ou a um sistema religioso, mas não em fatos. Muitas vezes a fé religiosa é mais uma demonstração de lealdade aos pais, ao sacerdote, ou ao pastor, do que uma convicção real fundamentada em evidência sólida.O mesmo acontece em relação ao mundo secular. As crenças existem por razões sociais, a fim de ser aceito em um círculo de amigos ou entre os colegas. Por exemplo, não acreditar na evolução levaria alguém a ser ridicularizado por seus colegas e, até mesmo, a perder sua posição na comunidade acadêmica. Robert Jastrow, um dos astrônomos mais importantes do mundo, foi o fundador (e por muitos anos o diretor) do Instituto Espacial Goddard, que lançou as sondas Pioneer e Voyager no espaço. Jastrow, agnóstico, chocou seus colegas em uma conferência nacional da Associação para Ciências Avançadas ao admitir que havia evidências de um Criador Superior do universo. Ele também teve coragem de escrever: Os astrônomos, curiosamente, ficam contrariados... com a prova de que o universo teve um início. A reação deles fornece- nos uma demonstração interessante das respostas da mente científica — supostamente uma mente bastante objetiva —, quando a evidência revelada pela ciência entra em conflito com os artigos de fé professados por sua profissão... Eu concluo que a ciência é uma espécie de religião. Por ex falando da ciência como religião: Colin Patterson, paleontólogo sênior do Museu Britânico de História Natural, confessou: "Os evolucionistas — como os criacionistas, com quem periodicamente travam batalhas — não passam de crentes. É um grande choque saber que alguém pode ser enganado por tanto tempo". Watson, D.M.S., o homem que tornou a evolução popular na televisão britânica, (como Carl Sagan o fez na televisão norte-americana), ao falar diante de uma platéia de biólogos, ressaltou que todos ali compartilhavam da mesma fé religiosa:

      Delete
    4. A evolução em si mesma é aceita por zoologistas não porque observaram sua ocorrência... nem porque ela pode ser provada logicamente por meio de evidências coerentes, mas porque ela é a única alternativa; a criação especial é claramente inacreditável [algo que muitos cientistas não querem admitir.
      Fred Hoyle, importante astrônomo britânico, lembra-nos do fato matemático, muito bem conhecido de que "mesmo se todo universo consistisse de uma sopa orgânica", a chance de essa sopa produzir as enzimas básicas da vida, por meio de processos aleatórios sem uma direção inteligente, seria de aproximadamente uma em dez, com 40 mil zeros depois dele. Em outras palavras, isso jamais poderia acontecer — jamais! Hoyle diz: "A Evolução Darwiniana provavelmente não o alcançará nem mesmo em uma seqüência exata, sem falar nas milhares de células vivas que dependem da mesma para a sobrevivência" Portanto, por que essa teoria totalmente impossível é ainda muito prestigiada? Hoyle acusa os evolucionistas de defender uma fé religiosa: A situação [a impossibilidade matemática] é bem conhecida dos geneticistas, mas parece que, mesmo assim, ninguém põe um ponto final decisivo nessa teoria... A maioria dos cientistas apóia-se no darwinismo por causa do poder que exerce no sistema educacional... Você precisa acreditar nos conceitos ou será considerado um herético.

      Delete
    5. Muitas pessoas aceitam o que é divulgado por meio do rádio ou da televisão ou dos jornais e revistas como se a mídia não cometesse erros e estivesse livre de preconceito. É claro que ambas as pressuposições são tolas. Nenhuma pessoa ou agência noticiosa é infalível ou não tendenciosa. Isso também vale para escolas, educadores e livros de estudos. Sabemos que uma falsa história tem sido ensinada nos países comunistas, porém, muitas vezes, não reconhecemos que uma falsidade similar foi instilada no ocidente por causa de um preconceito igualmente perigoso e desonesto. É necessário ter coragem e humildade para encarar os fatos, especialmente quando eles frustram tendências e lealdades existentes há muito tempo.
      Se uma pessoa não presencia um incidente no momento em que ocorre, parece que não tem outra escolha a não ser acreditar no relato de uma testemunha ocular. Nessa circunstância, parece razoável acreditar no relato de alguém que você conhece pessoalmente e em quem confia de forma plena. Seria desleal duvidar de um bom amigo. Na verdade, duvidar dessa pessoa, aparentemente, equivale acusá-la de mentir ou, pelo menos, de não saber sobre o que está falando e, portanto, não ser confiável.
      No entanto, é necessária uma palavra de advertência. Erros fatais podem se cometidos mesmo quando a testemunha ocular é um amigo próximo em quem confiamos completamente. Uma pessoa prudente faz perguntas inteligentes para ter certeza de que o ocorrido foi relatado de maneira acurada e de que a testemunha compreendeu o acontecido da maneira como isso realmente aconteceu. Apenas quando os fatos são claramente estabelecidos, a pessoa pode acreditar no relatório sem se importar com quem o tenha relatado.

      Delete
    6. Na maioria das vezes, muitos de nós somos ingênuos. Por essa razão, os artistas da vigarice acham alvos fáceis e defraudam milhões de vítimas a cada ano no Mundo todo. Todos precisamos ter uma dose saudável de ceticismo.
      Todas as religiões em algum momento ou outro exigem fé — e, freqüentemente, não em Deus, mas no sistema religioso, na igreja em si, no fundador ou no líder religioso. O resultado de depositar a confiança em algo ou alguém que não seja Deus, embora esse algo ou esse alguém possa reivindicar que representa o Senhor, a decepção inevitavelmente aparece. Um indivíduo pode tornar-se cínico e dar as costas a toda religião e, a partir desse momento, rejeitar a possibilidade da verdade. Ou o indivíduo, para que possa conhecer Deus, pode tornar-se um seguidor mais diligente e cauteloso, mais sábio e determinado do que costumava ser, porém agora, mais cauteloso sobre as promessas e ensinamentos de meros homens. Qualquer "fé" que não for fundamentada na razão, apoiada em evidências irrefutáveis, é uma verdadeira loucura. A Bíblia apresenta o registro daquilo que chama de "fé", esse elemento fundamental que oferece a única resposta confiável a todas as questões supremas da vida. Queremos encarar essas questões de forma honesta e aberta e, ao mesmo tempo, termos o maior cuidado de estarmos certos de que as respostas às quais chegamos são válidas. Não há nada errado em formular questões em busca da verdade. Na realidade, apresentar questões é essencial no processo de descoberta da verdade. Quaisquer respostas que sejam oferecidas têm de ser questionadas até que o indivíduo esteja satisfeito de que a verdade foi encontrada. Faca sua pergunta e Deus lhe trara respostas com fatos contundentes. Que Deus abra seu coração para a verdade da Bíblia.

      Delete
    7. Alan Maia, você falou bastante devo admitir, porém não me trouxe nada factual,apenas tentou colocar a ciência no mesmo patamar da religião,infelizmente você não pode,religião é dogma e a ciência é falseável, autocrítica e sim a nossa melhor escolha para resolução dos problemas da humanidade.
      Bem em relação a tudo que você falou da evolução a erros que são bem comuns a leigos,você não sabe o q é a evolução apenas pensa que sabe,um dos erros mais comuns é achar que ela diz algo sobre como se iniciou a vida e ela não diz,isso esta mais voltado a disciplina de química.A toneladas de evidências que a corroboram como um fato,não é por que você não as conhece que elas não existem.E o universo teve inicio sim,através do big bang.
      Sobre os cientistas que você citou, para mim não passa de um apelo a autoridade,e outra como você mesmo diz, todo o resto da comunidade cientifica não concorda com eles,bem...
      E sobre a bíblia, acabei de estuda lá, e sinceramente como já disse antes ela não tem nada de extraordinário, extraordinário é a contextualização que o crente dá a ela.
      Sei que deixei muito de seus argumentos sem resposta, mais devo ser sincero,estava massante e repetitivo,se quiser debater seja mais conciso.

      Delete
    8. Sim Paulo Teca, concordo que meu esboço ficou um pouco exaustivo. Mas a compreensão dos fatos proposto aqui traz a tona o conhecimento da verdade encapsulada no interior da mente de um cético, já que ele secretamente as esconde no amago da questão; se é que entenda. Se houvesse resposta concretas sobre a origem da vida, o homem questionaria a existência de Deus? Se pudéssemos compreender como o cérebro humano funciona em perfeita harmonia com as células e Neurônios existente no córtex e que dão origem ao entendimento intelectual; questionaríamos a existência de Deus? A resposta seria simples e bem crua, SIM, o homem cético questionaria a existência de um Deus Criador de todas as coisas. E por que eu lhe contei isso? Por que a verdade, é que o homem não aceita a condenação das praticas errôneas que cometem,e aceitar um Deus que traz Leis que são violadas é extremamente inaceitável. E por que eu sei disso? Porque também sou homem como qualquer outro. Mas a humildade e a fé é quem me faz reconhecer que nesse mundo existe alguém maior do que eu. logo Ele tem maior autoridade, e isso é implícito, peculiar a sua "pessoa". Para poder compreender as mensagens de Deus e seus mandamentos é necessário muito mais que um simples conhecimento humano sobre o Universo e tudo que há nele, nós somos obras do altíssimo e entender isso é como entender um Pai que ama e da a vida pelos seus filhos. Você quer a compreensão exata? Então pelo menos a compreensão de si mesmo, seja você mesmo o seu deus e compreenda a si. Não esta entendendo? Por ex: Para entender as leis que regem o Universo é necessário anos de Estudo e dedicação e mesmo, nunca a compreenderemos em sua exatidão. Só por que eu não vejo a gravidade ela não deixa de existir, ou as Estrelas mais longínquas que elas não estejam lá, ou melhor, não é por que eu nunca fui ao fundo do mar que ele não possa existir. Agora me explique se o puder, como o ser humano é ser tão completo que não necessite de outro ser. E foi por isso que eu disse, que já foi comprovado que mesmo se todo o Universo consistisse de uma sopa orgânica e ali houvesse as enzimas necessárias para a criação da vida as chances disso acontecer através do processo aleatório seria de 1 com 40 mil zeros antes dele, ou seja: é impossível que não exista um Deus Criador de todas as coisas. Você sabe falar muito bem, mas não tem explicação para as coisas concernente a si, como pode as compreender e julgar o que não existe fisicamente; se até o sonho que é um delírio e esta dentro das emoções humanas não são explicados, e olha que não estamos falando de espirito. Primeiramente tente entender seu papel neste mundo como ser humano e então conseguirá as respostas factuais que tanto busca, isso se realmente as busca. Shalow!

      Delete
  22. ORA... SABE-SE QUE MUITAS ESPÉCIES DE SERES VIVOS QUE EXISTIRAM NO PASSADO JÁ NÃO EXISTEM ATUALMENTE. SE ATÉ HOJE O NÚMERO DE PATAS DOS INSETOS VARIAM TANTO ENTRE AS ESPÉCIES, QUEM GARANTE QUE NÃO EXISTIU NO PASSADO ALGUMA ESPÉCIE QUADRUPEDE DE INSETO? ADEMAIS, FOI SOMENTE MUITO TEMPO APÓS A BÍBLIA TER SIDO ESCRITA, QUE CIÊNCIA DECIDIU CLASSIFICAR COMO INSETOS APENAS OS ANIMAIS QUE POSSUEM A PARTIR DE SEIS PATAS.

    ReplyDelete
  23. "[...] a fotossíntese, essencial para as plantas, não é ativada pela luz das estrelas ou lunar [...].
    É FATO! NO ENTANTO, HÁ DE SE OBSERVAR QUE, SEGUNDO GÊNESES, DESDE O PRIMEIRO CICLO, DEUS CRIOU DIA E NOITE. LOGO, PRESSUPÕE-SE A EXISTÊNCIA DE ALGUM TIPO DE LUZ COMPATÍVEL À LUZ SOLAR REINCIDINDO SOBRE DIAS E PLANTAS, O QUE BASTARIA PARA CONDICIONAR A FLORA.

    ReplyDelete
    Replies
    1. SALMOS 104 - 5 NÃO MENCIONA 'TERREMOTO', TAMPOUCO I CRÔNICAS 16 - 30. NA VERDADE, O QUE ESTES VERSÍCULOS FALAM É DA TERRA 'SER ABALADA' . ALGUNS TRADUTORES INCLUSIVE UTILIZAM A EXPRESSÃO 'VACILE', 'TROPECE' OU 'FALHE'. COMO NA TRADUÇÃO FERREIRA DE ALMEIDA : "Lanou os fundamentos da terra, para que não vacile em tempo algum"(Salmo 104 - 5). OU SEJA, 'PARA QUE A TERRA NÃO VACILE/TROPECE/FALHE ANTE O SEU PROPÓSITO DE ABRIGAR E SUSTENTAR A VIDA. LOGO, A EXPRESSÃO 'SER ABALADA' EMPREGADA PELOS ESCRITORES BÍBLICOS É CONOTATIVA. NÃO REMETE, PORTANTO, AO ABALOS SÍSMICOS LITERAIS CAUSADOS PELOS TERREMOTOS.
      AO DONO DO BLOG, CUJO NOME DESCONHEÇO: Você vai 'abalar' a fé de alguns. PARA TANTO, VOCÊ NÃO TEM NECESSARIAMENTE QUE SUBMETER A FÉ DELES A TERREMOTOS
      (AGRADEÇO O ESPAÇO!)

      Delete
  24. A CONSCIÊNCIA DE QUE OS PESAMENTOS BEM COMO OS SENTIMENTOS PROCEDEM NÃO DO CORAÇÃO, MAS DO CÉREBRO É BASTANTE REMOTA. OS PRÓPRIOS GREGOS ANTIGOS, QUE VIVERAM MUITO ANTES DE CRISTO, JÁ DETINHAM ESSE CONHECIMENTO. SE TAL CONHECIMENTO JÁ ERA DO SENSO COMUM NA ÉPOCA DOS ANTEPASSADOS DE JESUS, NO TEMPO DE CRISTO NÃO TINHA QUE SER DIFERENTE. O FATO É QUE JESUS, COMO TODOS DE SEU TEMPO, FALAVA SEGUNDO OS COSTUMES DA LINGUAGEM POPULAR DA ÉPOCA, DA MESMA FORMA QUE, NOS DIAS ATUAIS, DIZEMOS ''FULANO TEM UM CORAÇÃO PERVERSO", OU "SICRANO TEM UM CORAÇÃO BONDOSO, SEM PRECISAR ESCLARECER QUE ESTAMOS ATRIBUINDO AO CORAÇÃO O QUE SÃO NA VERDADE CARACTERÍSTICAS DA MENTE.

    ReplyDelete
  25. A bíblia não tem nada de espetacular,espetacular é a contextualização dada a ela por quem acredita que ela inspirada por Deus.

    ReplyDelete
    Replies
    1. SIM: "O HOMEM VEIO DO PÓ!''
      A CIÊNCIA ATESTA QUE TODOS OS ELEMENTOS QUÍMICOS CONSTITUTIVOS DO CORPO HUMANO CORRESPONDEM EXATAMENTE AOS MESMOS ELEMENTOS ENCONTRADOS NA TERRA (PÓ/BARRO): FERRO, COBRE, ZINCO, ALUMÍNIO ETC.
      EMBORA O ESCRITOR BÍBLICO DAQUELA ÉPOCA NÃO DISPUSESSE DESSE CONHECIMENTO CIENTÍFICO, SUA EXPLICAÇÃO PARA A ORIGEM DO HOMEM PERMANECE CONDIZENTE COM AS CONSTATAÇÕES CIENTÍFICAS DE ATUALIDADE.
      QUEM, SENÃO O PRÓPRIO DEUS, INSPIROU O HOMEM DAQUELA ÉPOCA A ESCREVER INFORMAÇÕES TÃO HARMONIOSAS COM A CIÊNCIA MODERNA? veja=> http://adaoreinaldo.blogspot.com.br/2012/05/elementos-quimicos-presentes-no-corpo.html

      Delete
    2. Realmente,espetacular.

      Delete
  26. https://www.youtube.com/watch?v=PW479-mNhOc

    ReplyDelete
  27. NAQUELA ÉPOCA, OS ANIMAIS ERAM CLASSIFICADOS NÃO SEGUNDO A CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA DE HOJE, MAS CONFORME SEU SEUS COSTUMES, SUAS HABILIDADES, SEMELHANÇAS FÍSICAS (MORCEGOS, POR EXEMPLO, ERAM CHAMADOS DE PÁSSAROS, DEVIDO SEU TAMANHO E SUA APTIDÃO PARA O VOO). OS ANIMAIS ERAM CLASSIFICADOS TAMBÉM SEGUNDO SEU HABITAT, SEU GRAU DE PROXIMIDADE OU ADAPTABILIDADE AO CONVÍVIO HUMANO. ASSIM, UM MESMO TIPO DE ANIMAL PODIA, DEPENDENTEMENTE DE VARIANTES FATORES, RECEBER MAIS DE UMA CLASSIFICAÇÃO: HAVIA CRIANÇAS QUE BRINCAVAM COM LEÕES, ESTES ÉRAM OS DOMÉSTICOS; OUTRO LEÕES HABITAVAM AS FLORETAS MAIS LONGÍNQUAS, ESTES ERAM OS SELVÁTICOS. NO PRÓPRIO ATO DA CRIAÇÃO, MUITOS DESSES ANIMAIS DOMESTICÁVEIS JÁ FORAM AUTOMATICAMENTE INTRODUZIDOS À CONVIVÊNCIA COM O HOMEM. NÃO FOI, É CLARO, O CASO DAS BALEIAS, DOS TUBARÕES OU DE OUTROS MONSTROS MARINHOS.
    PORTANTO, NÃO HÁ ERRO OU INCOERÊNCIA AÍ NÃO, MEU CARO! MUITO PELO CONTRÁRIO, O ESCRITOR BÍBLICO, COMO SEMPRE INSPIRADÍSSIMO, ESCREVEU SABIAMENTE, DE UM JEITO CLARAMENTE COMPREENSIVO, TANTO POR SUA GERAÇÃO QUANDO PARA AS GERAÇÕES FUTURAS

    ReplyDelete
  28. Sobre o número pi na Bíblia: https://bibliaeciencia.wordpress.com/2013/09/04/o-numero-pi-na-biblia-sagrada/

    ReplyDelete
  29. Para quem quiser responder.
    Boa tarde.
    Quando o jovem perguntou para Jesus ô Cristo "o que eu devo fazer para herdar a vida eterna" porque Jesus não lhe disse que o mesmo teria que aceita-lo em vez disso disse para ele guardar os mandamentos e segui-lo, não usou a expressão me aceite como seu salvador.

    ReplyDelete

Pregações, palavras de baixo calão, ofensas pessoais, práticas de trollagem, rotulações e argumentos ad hominem serão excluídos.